Município de Viseu iniciou celebração dos contratos desportivos com clubes e associações do concelho

 

Roteiro de atos públicos de assinatura arrancou ontem e irá decorrer junto das instituições desportivas nas próximas semanas

O Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, iniciou ontem, 21 de março, a celebração dos contratos-programa de desenvolvimento desportivo para 2017 com os clubes e associações do concelho. Este ano, as cerimónias de assinatura serão descentralizadas, tendo lugar junto das várias entidades de Viseu, nomeadamente nas suas sedes e instalações desportivas. As primeiras três cerimónias de assinatura foram realizadas ontem com a Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Mundão, o Sport Viseu e Benfica e o Académico Futebol Clube.

Nas palavras do Presidente da Câmara Municipal, Almeida Henriques, “este roteiro descentralizado permite-nos uma observação in loco da realidade desportiva do concelho. Estas visitas favorecem um contacto mais direto com cada uma das instituições, um diálogo com as suas estruturas de liderança e uma proximidade aos próprios atletas, vantagens que uma cerimónia formal não proporcionaria”.

O périplo pelas instituições desportivas continua esta sexta-feira, 24 de março, com a assinatura dos contratos entre o Município de Viseu e o Judo Clube de Viseu, o Dínamo Clube da Estação e o Viseu 2001. No início da próxima semana, terça-feira, dia 28, será a vez do Clube de Futebol “Os Viriatos”, a Associação Social, Desportiva, Recreativa, Educativa e Cultural de Quintela e a Associação Recreativa e Desportiva “Os Povoenses”. Nesta primeira etapa do roteiro, celebram também contratos o Clube de Futebol “Os Repesenses” e o Viseu United FC, no próximo dia 31, e o Hóquei Clube de Viseu e o Futebol Clube de Ranhados, no dia 2 de abril.

Em 2016, a Câmara Municipal de Viseu investiu um milhão e cem mil euros (1,1 milhões de euros) no apoio ao associativismo desportivo, mais 200 mil euros face a 2015, através da celebração de contratos-programa com 33 clubes e associações do concelho (mais 10 face a 2013). Um esforço que a autarquia irá renovar no ano 2017.

Através desta política estruturada de apoio foram beneficiados, em 2016, 3279 atletas em 18 modalidades desportivas distintas. Do financiamento global atribuído, 71% do investimento teve aplicação direta no apoio às atividades desportivas federadas e não federadas e a jovens atletas, a par da isenção de taxas de utilização dos equipamentos desportivos municipais.

Destaque ainda para um aumento significativo na manutenção e requalificação de instalações e equipamentos desportivos. São exemplos desse investimento a substituição dos relvados sintéticos dos campos de ténis e de futebol (1º de Maio e de 7) no Parque do Fontelo, a construção do campo de futebol de 7 em Lordosa e a colocação do relvado sintético para o novo campo de futebol de 11 do Complexo Desportivo do FC de Ranhados, este último através de um financiamento de 126 mil euros.