“Arrancar, Ripar e Curtir” marca o encerramento da 1ª edição da Academia do Linho

Última etapa do serviço educativo decorre amanhã, na aldeia de Várzea de Calde. Cerca de 150 crianças do concelho participaram nas ações educativas, financiadas pelo VISEU CULTURA

Amanhã, dia 26 de junho, a Academia do Linho de Várzea de Calde encerra a sua primeira edição com a etapa “Arrancar, Ripar e Curtir”, concluindo assim as cinco fases do ciclo do linho que, desde setembro de 2018, levaram à aldeia-milagre cerca de 150 petizes.

A quinta e última atividade terá os campos de linho da aldeia e o Rio Vouga como cenário, para além do próprio Museu e Associação. Nesta etapa, ainda nos campos, a experiência passa por arrancar as plantas de linho, que são depois juntas e atadas em molhos. Desta forma, em locais próprios para o efeito, as plantas podem secar.

Ainda nesta etapa, a baganha – cápsula que envolve as sementes – é separada do resto da planta, através do ripanço, sobrando, apenas, os caules. Através destes, a fibra é produzida. A baganha ao ser peneirada e disposta ao sol abre e a sua semente, a linhaça, solta-se.

O final do processo é marcado pela curtição das plantas ripadas no ribeiro – neste caso, no Rio Vouga - onde, depois, são separadas as fibras, o linho é lavado e deixado num terreno para secar e corar.

Para além das atividades no exterior, os pequenos aprendizes terão ainda uma atividade criativa de pintura no linho, que desenvolverão durante a tarde.

Conhecer de perto a arte ancestral do linho e participar deste ciclo anual, vestindo a pele de repórter, investigador e agricultor, é o desafio que a Academia do Linho de Várzea de Calde coloca aos mais pequenos, em pleno mundo rural.

A iniciativa é promovida pela Cooperativa do Linho de Várzea de Calde, o Grupo Etnográfico local e as Escolas Superior de Educação e Agrária de Viseu, contando com a parceria e o apoio do Município de Viseu e do seu Museu do Linho de Várzea de Calde. As ações educativas têm financiamento ao abrigo da linha “Revitalizar”, do programa municipal VISEU CULTURA.