A Cultura tende a afirmar-se como um valor independente, representando cada vez mais um espaço de convivência e de partilha entre os cidadãos que podem não comungar, necessariamente, as mesmas ideias e credos, mas sentem o mesmo desejo de convivialidade.

A dimensão cultural longe de ser um simples acessório da vida moderna, constitui uma componente essencial para humanizar a nossa comunidade, recuperando para ela espaços e tempos que lhe foram retirados. É uma cultura diversificada e plural que se expressa tanto à escala da cidade como na dimensão global do Concelho.

A Câmara Municipal de Viseu tem-se assumido como agente efetivo na promoção, dinamização, concretização e credibilização de importantes projetos culturais, não só à escala local mas também a nível nacional e internacional.

Viseu veste, frequentemente, as suas melhores cores na Festa da Cultura e os vários Espaços, emblemáticos de um tempo memória de emoções para todos os Viseenses, constituem-se os lugares naturais do encontro e da fruição de múltiplos acontecimentos: o Rossio, o Parque Aquilino Ribeiro, o Centro Histórico, Viriato Teatro Municipal, o Mercado 2 de Maio, a Biblioteca Municipal D. Miguel da Silva, as Igrejas e os seus Largos, as nossas Freguesias, entre muitos outros.

É esta convicção que nos faz prosseguir e aprofundar uma política cultural que permita o acesso cada vez mais amplo à fruição de iniciativas culturais e ao conhecimento do nosso património cultural, mantendo níveis de qualidade.