ÁREA DE REABILITAÇÃO URBANA DE VISEU

O Município de Viseu deliberou, em setembro de 2014, converter a Área Crítica de Recuperação e Reconversão Urbanística (ACRRU) em Área de Reabilitação Urbana (ARU), passando a incluir novas áreas na política prioritária de reabilitação urbana de Viseu, como a zona da Ribeira, a Cava de Viriato e o Bairro Municipal da Cadeia.  

Trata-se de um opção de política territorial que tem em vista a valorização, a reabilitação e a proteção especial de três zonas patrimonialmente relevantes, mas social e economicamente deprimidas, nas imediações do atual perímetro do centro histórico e com especial potencial de reabilitação urbana. 

Todavia, em setembro de 2015, em resultado de um processo de reflexão integrado nos objetivos do “Plano Estratégico para a Revitalização do Centro Histórico de Viseu”, definido pelo Município, a Assembleia Municipal de Viseu deliberou aprovar a alteração à delimitação da ARU, através do Edital n.º 993/2015, publicado em Diário da República, em 3 de novembro de 2015  

Decorrente da análise permanente aos objetivos adjacentes à sua constituição, o reajustamento aos limites da ARU veio integrar um conjunto de espaços e edifícios, de natureza público-privada, incluindo alguns equipamentos, cujo estado de conservação pressupõe a sua reabilitação.  

A área geográfica passou, desta forma, a abranger cerca de 103,7 hectares, repartidos por 66 quarteirões, envolvendo 1 154 edifícios, com incidência no Núcleo Histórico Central, Zona Ribeirinha (Ribeira), Núcleo Histórico da Cava de Viriato e Núcleo Histórico do Bairro Municipal. 

A nova delimitação da ARU abrange as seguintes vias e largos: Rua D. António Alves Martins, Largo de Santa Cristina, Rua João Mendes, Rua Simões Dias, Avenida José Relvas, Rua Maria do Céu Mendes, Largo Mouzinho de Albuquerque, Avenida dos Capitães, Rua do Arco, Rua do Arrabalde, Largo Major Monteiro Leite, Ribeira de Santiago, Rua do Coval, Avenida da Bélgica, Avenida Emídio Navarro, Rua de Ponte de Pau, Rua Serpa Pinto, Avenida António José de Almeida, Rua Conselheiro Afonso de Melo, Rua Miguel Bombarda, Avenida 25 de Abril, Rua Gaspar Barreiros e Largo Humberto Delgado. 

O Bairro Municipal, por sua vez, delimitado pela Estrada da Circunvalação, pela Rua Tenente Manuel Joaquim e pelas traseiras dos Blocos da Tevisil e da Rua Nova da Balsa, corresponde ao Núcleo Histórico do Bairro Municipal, tendo sido integrado na ARU devido à sua especificidade urbana e aos objetivos subjacentes à sua reabilitação e revitalização. Dos atuais 90 edifícios existentes, 45 apresentam-se em elevado estado de degradação. Em 2014, no decorrer do 1º Orçamento Participativo de Viseu, foi vencedor um projeto para a reabilitação dos telhados, portas e janelas de 8 casas do Bairro Municipal. Atualmente, o projeto de revitalização e reabilitação integral do Bairro, consagrado no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, tem financiamento comunitário garantido.  

Planta de Delimitação da Área de Reabilitação Urbana de Viseu 

Memória Descritiva da Área de Reabilitação Urbana de Viseu 

Edital nº993/2015