Viseu integra consórcio europeu em projeto de mobilidade

Algumas componentes do veículo não tripulado Viriato serão comparticipadas pelo projeto “Cooperative Streets”. Vereador João Paulo Gouveia esteve na formalização do contrato, que decorreu na Holanda

Depois de ter visto aprovada a candidatura ao “Cooperative Streets”, o Vereador João Paulo Gouveia, em representação do Município de Viseu, esteve esta quinta-feira, 6 de junho, na cidade de Eindhoven (Holanda), para participar na cerimónia de assinatura do termo de aceitação deste projeto europeu.

A contratualização foi formalizada durante o Congresso ITS, a maior feira europeia dedicada à mobilidade inteligente e à digitalização dos transportes.

O documento foi assinado pelo Presidente do Instituto da Mobilidade e dos Transportes, IP, Eduardo Feio, em representação do Ministério das Infraestruturas e Habitação.

Viseu integra este projeto com 27 entidades parceiras, entre as quais 12 municípios portugueses, ainda que nenhum outro do Interior do País.

“A mobilidade é uma ferramenta determinante no ecossistema de qualidade de vida que temos vindo a criar em Viseu”, refere o Vereador João Paulo Gouveia.

O valor global do “Cooperative Streets” ascende a 31 milhões de euros, estando garantido 50% desse montante por fundos europeus.

A inclusão neste projeto europeu permitirá o financiamento de algumas componentes da instalação do veículo não tripulado Viriato, que substituirá o Funicular.