Serviços municipais responderam com rapidez e eficácia à chuva intensa de segunda-feira

Equipas do Município de Viseu estiveram no terreno até cerca das 11 da noite, hora a que a situação ficou normalizada 

Viseu enfrentou na tarde desta segunda-feira, 26 de agosto, chuvas intensas, que causaram inundações em vários pontos da cidade, causando constrangimentos diversos.

O elevado e anómalo nível de pluviosidade registado durante aproximadamente duas horas obrigou os serviços do Município, das Águas de Viseu e dos Bombeiros Sapadores de Viseu a responderem a cerca de uma centena de ocorrências, devido sobretudo a inundações na via pública, habitações e limpezas de via. Foi ainda registada a queda de duas árvores.

Nos Bombeiros Sapadores de Viseu foram contabilizados, a partir das 15H45 e até ao início da noite, 60 pedidos de ajuda, que foi prestada por 40 operacionais, apoiados por 17 viaturas.

O Município de Viseu faz um balanço positivo da capacidade de resposta do dispositivo que foi ativado.

“Tratou-se de uma situação excecional, para a qual nenhuma cidade está preparada. Realço, todavia, a resposta pronta e eficaz dos serviços municipais e da Proteção Civil, que em poucas horas resolveram todas as situações”, explicou a Vice-Presidente da Câmara Municipal, Conceição Azevedo.

Já o 2.º Comandante dos Bombeiros Sapadores de Viseu, Rui Nogueira, adiantou que a resposta das forças de socorro e segurança foram as adequadas a este tipo de fenómenos atmosféricos.

“Foram empenhados os meios adequados e poderíamos ter empenhado mais se a situação o justificasse. Viseu já enfrentou fenómenos idênticos e até de maior dimensão”, observou.

Além das equipas já referidas, estiveram no terreno a equipa de sapadores florestais e a Polícia Municipal, que contaram com o apoio da PSP e GNR nas respetivas áreas de jurisdição.