Encontra-se em fase de elaboração a Carta Social do Concelho de Viseu que será estruturada em quatro partes. Inicialmente realizar-se-á uma caracterização socioeconómica do Concelho de Viseu, com base em dados quantitativos do Instituto Nacional de Estatística – Censos 2011, uma vez que o Pré-Diagnóstico Social reporta a indicadores de análise referentes a um período de tempo anterior a 2009, pelo que não transparece, à data, dados sociais e económicos reais.
 Nesta primeira fase proceder-se-á, ainda, a uma avaliação social, identificando as principais vulnerabilidades e potencialidades do Concelho (Análise Swot) com base nos problemas e estratégias de intervenção identificados no Plano de Desenvolvimento Social.
 Explicitados o objeto de estudo, os objetivos e a metodologia, a fase seguinte será a análise global, detalhada e exaustiva da rede de equipamentos e respostas sociais do Concelho, incluindo:
- Georreferenciação;
- Áreas de intervenção / valências;
- Capacidade de acolhimento;
- Número de utentes reais e em lista de espera;
- Condições físicas dos equipamentos;
- Recursos humanos afetos;
- Projetos em curso, previstos e/ou necessários;
- Financiamentos;
- Cobertura territorial das respostas existentes;
- Parcerias;
- Envolvimento comunitário;
- Serviços disponibilizados por equipamento;
- Acordos de cooperação.
 A metodologia a adotar nesta pesquisa incidirá no recurso a documentos de apoio como a Carta Social Nacional, o Diagnóstico Social e o Plano de Desenvolvimento Social, mas também a elaboração de questionários a aplicar a todas as entidades do Concelho que trabalham na área social, nomeadamente Instituições Particulares de Solidariedade Social, Centros Sociais, Irmandades, Organizações Não Governamentais, Associações, Cooperativas, Serviços Públicos, entre outros.
 A terceira parte do documento será dedicada à política de desenvolvimento social da autarquia, através da elaboração de quadros síntese com os projetos cuja intervenção social é mais representativa, por domínio de intervenção.
 Numa última fase, face à rede de equipamentos e respostas caracterizadas e atendendo às grandes tendências de evolução que têm vindo a marcar as sociedades, será perspetivado o futuro que se ambiciona para o Concelho, nesta matéria, em relação com a estratégia global de desenvolvimento.