Viseu recebe amanhã debate sobre Cultura, Inovação e Território no próximo QREN

Secretário de Estado da Cultura abre conferência, no Museu Grão Vasco

Viseu acolhe amanhã, sexta-feira, 4 de julho, no Museu Grão Vasco, a partir das 9 horas, a conferência “Cultura, Inovação e Valorização dos Recursos Territoriais no Portugal 2020”. A abertura será realizada pelo Secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, e pelos presidentes da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, e da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, José Morgado Ribeiro.

O evento visa debater as oportunidades de investimento e financiamento nos domínios da cultura, da inovação e da criatividade no próximo ciclo de financiamento comunitário (2014/2020), enquanto fatores de desenvolvimento regional e valorização do território. Augusto Mateus, Carlos Fortuna e Nuno Vitorino são alguns dos oradores.

As estratégias “Europa 2020” e “Portugal 2020” elegem a cultura e a valorização do território como domínios centrais na promoção da competitividade, da coesão social e da criação de emprego, apostas que a região de Viseu Dão Lafões pretende assumir no “Portugal 2020”.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, “a cidade-região de Viseu tem hoje ativos culturais, artísticos e de inovação com enorme potencial. Estes ativos podem ser embriões de indústrias criativas, de uma nova oferta de turismo qualificada, de criação de emprego e atividades. Esta conferência é um marco nesse processo”.

Nas palavras do Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, José Morgado Ribeiro, «a região é rica em recursos materiais e imateriais no domínio da cultura que, com inovação, podem ser valorizados e centrais na promoção da competitividade. É primordial que se abrace a cultura não como um encargo mas como uma oportunidade”.

No evento serão apresentados algumas experiências de criatividade, iniciativa empresarial e inovação cultural na valorização de territórios, como a ACERT, o projeto Água Musa, as Capuchinhas de Montemuro, o Teatro Viriato e a Binaural/Nodar, entre outros.