Mais novos vestem a pele de Viriato, em Viseu

Mercado 2 de Maio vai receber jogos, ateliês e muitas aventuras inspirados no herói mítico de Viseu. Almeida Henriques classificou-o como “uma marca distintiva” da cidade

A Câmara Municipal de Viseu, no âmbito do programa de eventos para o Mercado 2 de Maio, promove no próximo sábado o “Mercado de Viriato”, um espaço especialmente criado a pensar nos mais novos, com objetivos didáticos e lúdicos sobre o herói mítico de Viseu e dos Lusitanos.

“Viriato, mito ou história, faz parte da identidade de Viseu e do imaginário português. É a marca mais distintiva e reconhecida da cidade. Este símbolo é um ativo de identidade e de marketing territorial que não podemos desperdiçar”, defendeu o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques.

No espaço estarão contempladas 5 áreas temáticas complementares: um ateliê de artes plásticas, onde as crianças poderão criar e decorar o seu escudo, punhal e viria (bracelete usada pelos lusitanos); um “campo de batalha” com ações organizadas, dando uso aos materiais desenvolvidos; uma área para pinturas faciais alusivas à época; um cantinho das histórias, no qual poderão aprender mais sobre o herói mítico de Viseu e, ainda, um jogo de tabuleiro à escala humana, com perguntas relativas ao tema.

Complementarmente, haverá um espaço de venda de produtos alimentares, que incluirá o bolo Viriato e produtos como queijos, enchidos, pão, broa, entre outros, e a venda de merchandising da marca que em Viseu tem explorado a personagem, o “Viriatus”.

A iniciativa, cuja reedição acontecerá ainda este ano, assume-se como um primeiro passo para lançar o tema junto dos mais novos e suscitar a curiosidade da comunidade pela mitologia e imaginário de Viseu.

O Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, considerou que o concelho se deve preparar para criar um grande evento ou um parque temático sobre Viriato.