Esclarecimento do Município de Viseu

Sobre a criação de uma confraria infanto-juvenil do Dão, o Município de Viseu vem esclarecer o seguinte:

1) A confraria não se destina a promover os vinhos do Dão. A confraria – cuja ideia está em estudo – destina-se a criar um serviço educativo sobre os produtos e ciclos da terra do Dão, incluindo o ciclo da vinha, que tem forte identidade e significado social económico no concelho e na região. Nesse serviço educativo poderá caber o contacto e conhecimento com outros produtos regionais.

2) A confraria – a ser criada – promoverá o contacto de crianças com o mundo rural do Dão, estimulando a formação de atitudes responsáveis que promovam uma abstinência do consumo de qualquer bebida alcoólica até à idade adulta.

3) Em setembro passado realizou-se a primeira “Vindima Petiz”, com a adesão de mais de 100 crianças e respetivos pais e educadores e o apoio da Escola Superior Agrária de Viseu, que foi já um primeiro passo no sentido desta formação, tendo obtido o reconhecimento dos agentes envolvidos.