Apresentação
O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) está instalado em dois edifícios situados na margem esquerda do Rio Pavia, na zona da Balsa.
Criado com o objetivo de sensibilizar os diferentes tipos de públicos para a importância da preservação e valorização ambiental do território, o CMIA pretende constituir-se como um instrumento de educação ambiental de referência para a região.

O que posso ver no CMIA?
Este centro pretende ser um aberto a toda a comunidade. Os visitantes são convidados a descobrir e aprender , recorrendo a atividades variadas. Além dos ateliers de experimentação, há também lugar a atividades de exterior como percursos, visitas e saídas de campo.
De realçar que as visitas diárias são sujeitas a marcação prévia, no caso de grupos.


História do Edifício / Origem do CMIA

O CMIA foi inaugurado no dia 5 de Junho de 2009, fruto do projeto de requalificação na zona ribeirinha, no âmbito do Programa Polis.
Os edifícios datam do final do séc. XVI e estiveram em funcionamento até à década de 60, onde funcionavam, no edifício maior, um lagar de azeite e, no edifício mais pequeno, um moinho de rodízio para cereais.
Estes locais eram de natureza comunitária, uma vez que era ali que as pessoas se dirigiam para moerem os seus cereais, ou para produzirem o seu azeite.

Informações úteis
Morada:
Rua José Branquinho
3510 – 001 Viseu
Telefone: 232 449165
Email: Este endereçod e email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Coordenadas GPS:
Latitude 40º39’46,85’’N
Longitude 7º55’10,62’’W

Horário de funcionamento:
Segunda a Sexta. 9h00 – 12h30 e 14h00 – 17h30
Encerra: Sábados, Domingos e Feriados
Preço: Entrada gratuita