COVID-19: Tráfego aéreo condicionado no Aeródromo Municipal de Viseu

Na sequência de contatos mantidos com os aeródromos servidos pela linha aérea regional, foi considerado prudente, como medida mitigadora contra a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), proceder ao encerramento do seu tráfego aéreo, com exceção para voos de emergência médica, voos de proteção civil, voos militares ou de Estado e os voos da linha regional Bragança-Portimão.

No caso do Aeródromo Municipal Gonçalves Lobato, poderão ser autorizadas outras operações aéreas com e de interesse relevante, nomeadamente:

1. Voos de treino e qualificação das tripulações dos aviões anfíbios, de preparação para a época de incêndios - tratam-se de voos realizados sem qualquer contato físico com os serviços do Aeródromo;

2. Voos da aeronave que está estacionada no Aeródromo, com a missão de calibração das ajudas rádio à navegação do sistema nacional de navegação aérea a cargo da NAV Portugal;

3. Outros voos que venham a ser solicitados, que serão analisados casuisticamente e decidida a sua autorização pela Câmara Municipal de Viseu.

Todas estas medidas produzem efeitos imediatos, com reavaliação permanente.

O Município reitera o apelo à população para que mantenha um comportamento sereno e responsável, respeitando as recomendações da DGS e utilizando os mecanismos preferenciais de contacto nacional (www.covid19.min-saude.pt), recorrendo à linha telefónica SNS 24 (808 24 24 24) apenas em caso de suspeita de infeção. 

Não se substituindo a estes canais, o Município tem disponível a linha municipal de Proteção Civil (232 420 390).