COVID-19: Município articula respostas com outras instituições de Viseu

Numa altura em que enfrentamos um surto pandémico de dimensão ainda desconhecida, o Município tem vindo a estabelecer uma estreita cooperação com diversas instituições de Viseu, o que tem permitido responder, em tempo útil, a diversas solicitações das autoridades locais e nacionais.

Assim, no âmbito do Plano Municipal de Emergência e do Estado de Emergência nacional em vigor, o Município de Viseu disponibiliza 16 telemóveis com comunicação de voz e dados para as autoridades de saúde em Viseu, tendo em vista o esclarecimento dos munícipes sobre a pandemia e os riscos de contágio por Coronavírus (COVID-19).

Em paralelo, a Viseu Marca disponibilizou viaturas, equipamentos tecnológicos e material logístico para operações da Proteção Civil Municipal e da Polícia Municipal, no âmbito do Plano de Emergência Municipal de Viseu.

Também o Regimento de Infantaria 14 está a criar, no seu quartel de Viseu, espaços de acolhimento de pessoas que necessitem de entrar em situação de isolamento ou quarentena, por não reunirem condições em casas de família - as situações de isolamento ou quarentena terão de ser indicados pelas autoridades de saúde.

Já a Aerovip – empresa que opera a linha área regional Bragança/Vila Real/Viseu/Cascais/Portimão – está a disponibilizar viagens gratuitas para médicos e enfermeiros que estejam ao serviço âmbito do combate à epidemia de Coronavírus (COVID-19). Pode ser contactada a companhia ou o Aeródromo Municipal de Viseu.

“A união faz a força e por isso quero saudar estas disponibilidades voluntárias que nos chegam”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, António Almeida Henriques, que não esquece também “a excelente relação e interação entre as entidades que integram a Comissão Municipal de Proteção Civil, à que presido”.