Aeronaves sobrevoam Viseu na Volta Aérea a Portugal 2016

Aeródromo Gonçalves Lobato recebe concentração de cerca de 50 aeronaves amanhã, 10 de junho. Aeródromo Municipal promove ainda formação em socorro aeronáutico para pilotos e serviços de operações

Arranca amanhã, 10 de junho, a Volta Aérea a Portugal 2016. O Aeródromo Municipal Gonçalves Lobato, em Viseu, recebe a concentração de aeronaves, esta sexta-feira, e será ponto de partida de um evento que se prolonga até 13 de junho, segunda-feira. A Volta Aérea a Portugal é uma organização do Aero Club de Portugal e da Associação Portuguesa de Aviação Ultraleve (APAU).

O evento de aviação ligeira e ultraleve percorre oito cidades, de norte a sul do País – Cascais, Ponte de Sor, Viseu, Mirandela, Chaves, Braga, Castelo Branco e Montemor-o-Novo -, e conta já com cerca de 50 aeronaves e 65 pilotos inscritos. No total, estão previstas cerca de 12 horas de voo.

Em Viseu, terá lugar a concentração das aeronaves, que irão aterrar na pista asfaltada ao longo da manhã de amanhã. No sábado, 11 de junho, o grupo parte de Viseu em direção ao Aeródromo de Mirandela. A Volta Aérea termina a 13 de junho, em Cascais.

Esta sexta-feira, Dia de Portugal, o Aeródromo Municipal promove também uma formação específica de socorro aeronáutico, direcionada especialmente aos serviços de operações dos aeródromos e pilotos. O programa centra-se em quatro módulos complementares - utilização de extintores, aproximação a uma aeronave acidentada, preservação de destroços em caso de acidente e primeiros socorros.

A formação é certificada pela Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) e ministrada por técnicos credenciados dos Bombeiros Municipais de Viseu, da ANAC, do GPIAA (Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves) e da Cruz Vermelha Portuguesa de Viseu.