Empresário chinês doa 90 mil máscaras ao município de Viseu

Material de proteção individual chegou esta quarta-feira a Viseu. Metade destina-se a crianças e jovens 

O Presidente da Câmara Municipal anunciou esta quarta-feira a oferta de 90 mil máscaras descartáveis a Viseu, por parte de um empresário chinês. Numa sessão simbólica de receção do material, realizada no Centro Municipal de Proteção Civil, o autarca adiantou que metade deste material destina-se a crianças e jovens.

“Ser beirão também é ser grato e, por isso, estamos gratos não apenas ao empresário Jaohn Zha, mas também ao Embaixador de Portugal na China, José Augusto Duarte”, um intermediário decisivo na oferta deste material de proteção individual.

Já estão identificadas algumas instituições que vão receber parte deste lote de 90 mil máscaras.

"Assumi o compromisso com o Embaixador de entregar algumas destas máscaras ao hospital, algumas à Misericórdia. As restantes para adultos vão para IPSS do concelho e as de crianças vão ajudar-nos no trabalho progressivo da abertura das escolas", explicou.

Aos jornalistas, Almeida Henriques lamentou também que o trabalho supletivo que as equipas da Proteção Civil Municipal têm feito junto das IPSS seja, na verdade, um trabalho de primeira linha.

“O Estado tem falhado no apoio às IPSS, sobretudo no que diz respeito a equipamentos de proteção individual. Temos sido nós a fazer as recomendações sobre o uso dos equipamentos, os cuidados a ter na proteção dos idosos e, ao mesmo tempo, a deixar mais um 'stock' para uma semana de equipamentos de proteção individual”, observou, deixando uma palavra de elogio aos profissionais da Proteção Civil Municipal, que “têm sido fantásticos, trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana”.