Freguesia de Côta vence “Rota dos Presépios de Viseu 2019”

 

Premiados 12 dos 24 participantes do concurso que integra a programação do VISEU NATAL. Prémios monetários totalizaram 5.200 euros 

A Freguesia de Côta foi a vencedora do concurso “Rota dos Presépios de Viseu”, integrado na programação “VISEU NATAL”, tendo recebido um prémio de 1.250 euros.

O anúncio foi feito ontem, dia 17 de fevereiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, numa cerimónia em que foram galardoados 12 dos 24 participantes, e na qual marcaram presença o Presidente da Câmara Municipal, António Almeida Henriques, a Vice-Presidente Conceição Azevedo, e o Vereador da Cultura, Jorge Sobrado, a par do historiador Alberto Correia e da artista Vanessa Chrystie, dois dos três elementos do Júri do concurso.

No pódio, para além da Freguesia de Côta, foram distinguidas pelo Júri as Freguesias de Viseu (2.º lugar, 1.000 euros) e Calde (3.º lugar, 700 euros).

Foram ainda atribuídas 9 menções honrosas às seguintes Freguesias, com um valor pecuniário de 250 euros: São Pedro de France (4.º lugar), Barreiros e Cepões (5.º lugar), Bodiosa (6.º lugar), Campo (7.º lugar), Coutos de Viseu (8.º lugar), São Cipriano e Vil de Souto (9.º lugar), Abraveses (10.º lugar), Povolide (11.º lugar) e Ranhados (12.º lugar).

“Mais importante do que os prémios, é o espírito que temos vindo a criar em torno da nossa programação de Natal. E as 25 freguesias são fundamentais neste ecossistema de qualidade de vida que temos vindo a desenvolver”, destacou o Presidente da Câmara.

O concurso “Rota dos Presépios de Viseu” tem por objetivo a promoção e revitalização da tradição cultural da construção de um Presépio, tendo as Freguesias e as suas comunidades locais como destinatários. Visa ainda promover práticas criativas e culturais coletivas na comunidade local, contribuindo para a valorização de talentos artísticos e para o fomento das diferentes identidades locais.

Participam na construção dos Presépios escolas, associações, escuteiros ou outras coletividades ou formas de associação local, bem como artesãos e artistas.

Foram critérios de avaliação a criatividade na conceção e nos materiais utilizados; a inclusão de marcas identificativas da freguesia; a representação de tradições nos presépios; a inovação introduzida nos materiais utilizados para a produção dos presépios, dando relevância à utilização de materiais reciclados. Em 2019, o Júri foi composto por Alberto Correia, Vanessa Chrystie e António Lopes Pires.