Município de Viseu e Vodafone Portugal lançam parceria para melhorar cobertura de comunicações em freguesias rurais 

Câmara aprovou também disponibilização de parque de estacionamento coberto no Centro Histórico destinado a moradores e agentes económicos 

A Câmara Municipal de Viseu aprovou hoje o estabelecimento de uma parceria de cooperação com a Vodafone Portugal para a melhoria da cobertura de comunicações em freguesias de fundo rural, ou de baixa densidade, cujo projeto-piloto terá lugar na Freguesia de São Pedro de France. O projeto traduzir-se-á numa melhoria dos sinais de rede móvel e de internet.

Para o Presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, “esta parceria visa responder a problemas graves de exclusão de comunicações de algumas freguesias do concelho, com reflexos importantes na fixação de populações e na atratividade económica. A coesão local depende hoje não apenas de estradas, mas também do acesso a comunicações de qualidade”.

Segundo o acordo aprovado, a Vodafone Portugal compromete-se a implementar soluções que colmatem insuficiências de cobertura de rede, com recurso a equipamentos designados por “Smallcells” e “Femtocells”. Em contrapartida, o Município garante o acesso dos equipamentos a zonas geográficas de acesso mais remoto e a isenção de taxas municipais na sua instalação.

A medida está integrada no programa municipal VISEU LOCAL e encara a iniciativa como uma condição para a fixação e atração de população e a promoção económica de bens e serviços de origem local.

Na reunião hoje realizada, a Câmara de Viseu aprovou ainda as condições de disponibilização de um parque de estacionamento coberto no Centro Histórico, com 80 lugares, para utilização exclusiva de residentes e operadores de agentes económicos.

O parque de estacionamento aproveita de uma infraestrutura pré-existente no antigo Centro Comercial Académico (edifício São Lázaro), depois de uma intervenção de manutenção e adaptação, nomeadamente em termos de rede eletricidade, sistema de ventilação e sensorização da qualidade do ar e dispositivos de segurança.

A partir de segunda-feira, 5 de Dezembro, os interessados poderão solicitar junto da Sociedade de Reabilitação Urbana VISEU NOVO a subscrição de lugares de estacionamento, que terão um custo mensal de 20 euros (para moradores) e 25 euros (para agentes económicos).

“Este é mais um passo dado no sentido de incrementar qualidade de vida para quem vive e trabalha no Centro Histórico”, sublinhou o Presidente da Câmara.

A Câmara Municipal aprovou ainda nesta sessão o reforço dos meios de limpeza urbana, em resposta à avaria de alguns equipamentos municipais. O Município contará nos próximos 3 anos com três novas máquinas-varredoras, em regime de aluguer, num investimento de 256 mil euros.

Aprovado foi também a realização de um concurso público para a contratação de um futuro serviço de poda de árvores no concelho, com duração de 2 anos, que representará um investimento de cerca de 343 mil euros.

Nesta reunião, o Presidente da Câmara informou o executivo da receção do visto do Tribunal de Contas ao novo contrato de fornecimento de refeições escolares nas escolas de responsabilidade municipal. Este visto permite que o novo prestador de serviço inicie funções a partir de 2 de Janeiro de 2017.

A Câmara Municipal garantirá ainda, no período de férias escolares do Natal, a abertura e o funcionamento das cantinas escolares, tendo designadamente em vista uma resposta social a crianças de famílias carenciadas.