Avançam obras de adaptação do novo espaço do Arquivo Municipal de Viseu

Empreitada está orçada em 692 mil euros e tem um prazo de execução de 245 dias 

O Município de Viseu consignou esta quarta-feira, 30 de outubro, a obra de adaptação da cave da Igreja Madre Rita, em Jugueiros, para a receção do Arquivo Municipal.

A empreitada, orçada em 692 mil euros e com um prazo de execução de 245 dias, foi consignada à empresa Irmãos Almeida Cabral.

A intervenção consiste na reconversão do interior da segunda cave do edifício, adaptando-a com as características necessárias ao acolhimento do depósito dos documentos, áreas de trabalho para funcionários e para os requerentes que pretendam consultar os documentos ali existentes.

“Este era um problema que fica resolvido para os próximos 50 anos. Trata-se de uma obra devidamente estruturada, que permitirá ter um arquivo de toda a documentação da autarquia e, desta forma, prestar um melhor serviço ao cidadão”, refere o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, adiantando que “o investimento é 100% municipal”.

O projeto contempla ainda instalações elétricas e de telecomunicações, sistemas de climatização e ventilação e sistema de controlo de incêndios.